Meio Ambiente: Implantação nacional de logística reversa deverá ocorrer até 2015

A implantação da logística reversa, dentro da PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos), deverá ser implementada, em todo país, até o início de 2015. A implantação prevê o retorno de materiais tais como eletroeletrônicos e pneus para a indústria, para que possam ser novamente utilizados pelo fabricante e, para tanto, requererá o comprometimento de todos os agentes responsáveis nos processos de produção e distribuição: fabricantes, importadores, distribuidores, comerciantes e o próprio consumidor que também será responsável pela devolução dos materiais em postos de coleta.

A Política de Resíduos Sólidos levou mais de 20 anos para ser votada e com as novas regras pontuará, em todo território nacional, mudanças às indústrias brasileiras e melhorias ao Meio Ambiente, pois, as empresas passarão então a utilizar mais tecnologias limpas através dos processos de reuso. Inicialmente, a logística engloba o recolhimento de resíduos e embalagens de agrotóxicos, pilhas e baterias, pneus, lâmpadas fluorescentes (vapor de sódio, mercúrio e luz mista também), além de produtos eletroeletrônicos e componentes e os óleos lubrificantes (setor com maior avanço de coleta desde os últimos anos). Embora cada produto esteja em diferentes fases de implantação os óleos lubrificantes já contam com uma política de recolhimento ativa em algumas partes do Sul do país e Noroeste da capital paulista.

Um exemplo ativo desta iniciativa é a empresa de Paulínia/SP Lubrificantes Fenix que coleta, há mais de 26 anos, o OLUC (ÓleoLubrificante Usado ou Contaminado) e embalagens também contaminadas com o óleo lubrificante usado. Em 1993, apenas 11,46% de óleo lubrificante usado no Brasil era coletado, em 2010 o número foi para 43,16%. Dados do Sindirrefino (Sindicato Nacional da Indústria do Rerrefino de Óleos Minerais) indicam que, em 2010, foram consumidos 675.296.120 litros de óleo lubrificante e 43,16% desse total foram coletados e reciclados. Em 2009 esse porcentual foi de 42,69%. As regras para o recolhimento de lâmpadas têm proposta de edital pronta, que depende de aprovação do Ministério do Meio Ambiente. Os produtos com a logística reversa mais atrasada são os eletroeletrônicos, que ainda aguardam a conclusão do edital de recolhimento. O não cumprimento da lei – após as implementações completas – na cadeia produtiva poderá acarretar aos envolvidos penalidades como: cobranças de multas e processos diversos baseados na Lei Federal de Crimes Ambientais.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Meu Puff Ecológico lança Monstrogóides e Puffecos – linhas especiais para crianças

Dois lançamentos da Meu Puff Ecológico, especializada em puffs ecologicamente corretos, prometem fazer a alegria da criançada e das mamães, que cada vez mais estão à procura de opções de produtos para decorar o quarto de seus filhos. São novas linhas de puffs desenvolvidos especificamente para o público infantil: Monstrogóides e Puffecos.
A linha Monstrogóides visa eternizar a criatividade dos pequenos desenhistas. O assento do puff é estampado com desenhos de monstros feitos por crianças. O cliente poderá personalizar a arte, batizando o monstrinho que mais gostou com o nome dos pequenos, deixando o produto ainda mais exclusivo.
Já a linha Puffecos possui puffs estampados com personagens relacionados à natureza – tudo a ver com a filosofia da empresa. Os três novos amigos da garotada vão ajudar os pequeninos na preservação do meio ambiente. São eles: Aquatug – Bicho da Água; Bokrong – Bicho da Terra; e Abe Lya – Bicho do Ar. Para o futuro, a ideia é lançar histórias, jogos e brincadeiras com os personagens, a fim de criar uma interação com o público infantil e os temas da natureza. Será uma espécie de educação ambiental muito mais divertida.
Vale salientar que os puffs das linhas Monstrogóides e Puffecos possuem o mesmo padrão de fabricação dos outros produtos da Meu Puff Ecológico. Ou seja, eles são compostos por papelão ondulado de alta resistência, um material 100% reciclável e biodegradável que suporta peso superior a 200kg.
Os assentos são confeccionados com aglomerado de espuma, que garante conforto, e revestidos com material sintético personalizado com impressão digital. O cortpo dos puffs também é personalizado com adesivo impresso digitalmente.

Linha também está disponível na nova versão Banquinho Eco 2.0 

A expectativa da empresa é que os novos produtos conquistem a criançada, já que elas vão se identificar com os produtos que estarão inseridos no seus espaços. A nova linha também está disponível na versão Banquinho Eco 2.0, uma versão menor do puff, perfeita para as crianças menores.
O Banquinho Eco 2.0 também é fabricado com papelão ondulado de alta resistência e sua estrutura é totalmente segura. Assim como os demais modelos do mix de produtos da empresa, ele tem suas peças montadas por encaixes, sem o uso de qualquer tipo de cola, prego ou parafuso. Com 35cm largura e  25cm de altura, os pais podem ficar tranquilos já que o produto suporta um pesso de até 100kg (suporta um adulto também!). Com formato retangular, o assento do Banquinho pode ser personalizado, de acordo com o gosto da criança, com adesivos de variadas estampas e desenhos – além dos Monstrogóides e Puffecos. O corpo é em papelão na cor branco, deixando o produto com aspecto mais clean. Além disso, há uma versão que vai animar a criançada: o Banquinho Eco 2.0 com KIT giz de cera, para colorir e deixar seu banquinho ainda mais personalizado.

Preços

Os produtos já estão disponíveis na loja virtual da Meu Puff Ecológico (www.meupuffecologico.com.br). Os produtos da Linha Infantil Monstrogóides e Puffecos estão sendo vendidos por R$ 131,90 (puff) e R$49,90 (banquinho). A versão do Banquinho sem os personagens (com outras estampas) custa R$29,90.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Burson-Marsteller passa a ser membro do grupo +Unidos

Agência de Relações Públicas será responsável pela comunicação do programa no Brasil

 

São Paulo, 23 de abril de 2012 – A Burson-Marsteller, empresa global líder em relações públicas e public affairs, anuncia apoio ao grupo + Unidos (Mais Unidos), liderado pela Agência de Desenvolvimento Internacional Americana (USAID/BRASIL).  Criado em 2006, o Grupo + Unidos é uma parceria entre a Missão Diplomática dos Estados Unidos e empresas americanas estabelecidas em território brasileiro, que visa beneficiar a sociedade por meio de iniciativas ambientais e de desenvolvimento socioeconômico. A B-M é o mais novo membro do grupo e ao longo de 2012 será responsável por toda a comunicação externa do programa no Brasil.

 

O objetivo da parceria é posicionar o programa de forma estratégica ao mercado brasileiro, por meio de uma plataforma integrada de comunicação. Entre as ações previstas estão a criação, o desenvolvimento e a coordenação de estratégias do + Unidos e a comunicação para cada uma das atividades do grupo. Também estão prevista ações conjuntas entre a B-M e o + Unidos que sejam relevantes para o país e alinhadas com as metas de desenvolvimento do milênio.

 

Lawrence Hardy, diretor da USAID no Brasil e membro do Conselho Diretivo do Grupo Mais Unidos, reforça que a participação da B-M Brasil no grupo desperta a atenção do público para os investimentos feitos pelas diversas empresas americanas associadas. Entre elas estão Cargill, Citi, Cummins, Dow, Ford, GE, IBM, Intel, International Paper, KPMG, Microsoft e Motorola. “A parceria com a Burson-Marsteller é uma oportunidade de posicionarmos o + Unidos de forma mais estratégica para o público brasileiro, reforçando a importância e objetivos do grupo. Acredito que com essa parceria apresentaremos com mais intensidade para a opinião pública, a importância do grupo, nossos objetivos e como todos podem colaborar”, ressaltou Hardy.

 

“O envolvimento da Burson-Marsteller se dará por meio da prestação de serviços de comunicação para apoiar a divulgação das atividades do programa previstas para esse ano. É uma oportunidade de criar e desenvolver materiais informativos que comuniquem as iniciativas e os resultados do programa no País”, afirmou Francisco Carvalho, presidente da Burson-Marsteller Brasil.

 

###

 

 

Sobre a Burson-Marsteller

A Burson-Marsteller, fundada em 1953, é uma empresa global, líder em relações públicas e public affairs. Ela fornece a seus clientes pensamento estratégico e execução de programas para uma ampla gama de relações públicas, assuntos públicos, publicidade e serviços relacionados à web. A rede mundial Burson-Marsteller é formada por 73 escritórios e 82 escritórios afiliados, operando em 108 países e 6 continentes. A consultoria de comunicação é parte da Young & Rubicam Brands, subsidiária da WPP (NASDAQ: WPPGY), uma das principais redes de serviços de comunicações do mundo. Saiba mais sobre a Burson-Marsteller em www.burson-marsteller.com

 

Sobre o ‘+ Unidos’

O grupo ‘+ Unidos’ (Mais Unidos) é uma parceria entre a Missão Diplomática dos Estados Unidos por meio da Agencia dos EUA para o Desenvolvimento (USAID) e empresas americanas estabelecidas em território brasileiro. Os objetivos do grupo são: I) beneficiar a sociedade brasileira por meio de projetos ambientais e de desenvolvimento socioeconômico; II) promover a troca de experiências e boas práticas em responsabilidade social corporativa; III) criar oportunidades para o desenvolvimento de parcerias.

Mais informações sobre o ‘Mais Unidos’ estão disponíveis em www.maisunidos.org.

 

Sobre a USAID

É um órgão independente do governo federal dos EUA e responsável por programas de assistência econômica e humanitária em todo o mundo. No Brasil, trabalha para contribuir em prol de várias metas e objetivos de desenvolvimento econômico, social, sustentável e igualitário, enquanto fortalece uma parceria vital existente entre os povos do Brasil e dos EUA

Mais informações sobre a USAID/Brasil estão disponíveis em http://brazil.usaid.gov/

 

Contato para imprensa:

 

Eliana Paschoalin – Tel.: (11) 3040-2409 – E-mail: eliana.paschoalin@bm.com

Natalia Carcavilla – Tel.: (11) 3094-2259 – E-mail: natalia.carcavilla@bm.com

Renata Mesquita – Tel.: (11) 3094-2253 – E-mail: renata.mesquita@bm.com

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

ONG Um Teto para meu País – Brasil constrói casas emergenciais com voluntários do Ensino Médio de escolas particulares de São Paulo

Projeto mobiliza, além de universitários, escolas e estudantes do ensino médio a conhecer 
e trabalhar para mudar a realidade de famílias que vivem em situação de pobreza.
Nos dias 28 e 29 de abril, a ONG Um Teto Para o Meu País – Brasil (UTPMP) promove a 2ª construção de casas emergenciais do ano, em parceria com escolas particulares de São Paulo. A Construção com Colégios contará com 80 voluntários, das escolas Arquidiocesano, Carandá, Lourenço Castanho, Pio XII e Santa Cruz. Em um final de semana, os estudantes trabalharão junto a dez famílias que vivem em situação de pobreza na comunidade Espama, zona norte de São Paulo.
Nos dois dias de atividade, os voluntários ficarão alojados em uma escola próxima à comunidade. A coordenação das atividades fica por conta da equipe de líderes da ONG. O projeto propõe às escolas parceiras um envolvimento a longo prazo, com o intuito de atingir não somente os alunos, mas também os pais e professores. Na Escola Carandá, por exemplo, o projeto pedagógico do Ensino Médio e as disciplinas de Sociologia e Filosofia foram integradas às atividades realizadas com a ONG Um Teto para  meu País – Brasil, fomentando debates em sala de aula.  “A ideia é dar cada vez mais oportunidade para os jovens conhecerem a realidade das famílias em situação de extrema pobreza. Esperamos que essa experiência expanda horizontes e gere um sentimento de indignação e vontade de mudança nesses alunos” afirma Luciano Coelho, Diretor Comercial da organização.
O modelo de intervenção de UTPMP é dividido em etapas: a primeira consiste na construção de moradias de emergência, feitas de madeira pré-fabricada, de 18 m², com durabilidade de aproximadamente 5 anos. A segunda etapa é a de habilitação social, na qual trabalha-se conforme a necessidade da comunidade, com a implementação de planos de educação, saúde, microcrédito, assistência jurídica, entre outros, que permitem o desenvolvimento das famílias. O objetivo final do projeto é que todos aqueles que vivem em situação de extrema pobreza possam ter acesso a novas oportunidades e ganhem mais qualidade de vida, gerando bairros sustentáveis.
Na Construção com Colégios, as próprias escolas viabilizam o recurso da atividade.  Os demais recursos de UTPMP são doados por empresas parceiras. A instituição conta ainda com o Plano de Sócios, para que pessoas físicas também possam fazer doações em dinheiro e contribuir com o projeto. Saiba mais em: www.umtetoparameupais.org.br/socios.
Sobre Um Teto para meu País – Brasil
Por iniciativa de um grupo de jovens universitários, a organização nasceu no Chile, em 1997. O objetivo inicial era denunciar, por meio da construção de moradias de emergência, a pobreza em que viviam milhares de latino-americanos. Em 2001, após dois terremotos na região do Peru e de El Salvador, que pioraram a vida das comunidades daquelas regiões, a ação passou a se expandir no continente. Hoje são mais de 500 mil voluntários e 85 mil famílias já beneficiadas nos 19 países em que a organização está presente: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Guatemala, Haiti, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.
Mais informações em www.umtetoparameupais.org.br 
Mais informações para a imprensa:
Um Teto para meu País
Telefone: (11) 3675-3287
Luiza Yang – (11) 8324-7892 – luiza.yang@umtetoparameupais.org
Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Banco Santander e Aliança Empreendedora lançam 2º edital para seleção e apoio a organizações sociais

Em parceria com a Aliança Empreendedora, o Grupo Santander Brasil lança edital para segunda edição do programa Parceiras em Ação. O edital é para a seleção de organizações sociais sediadas em território nacional que executam projetos de apoio a microempreendimentos e grupos produtivos comunitários liderados e formados por mulheres de regiões de baixa renda.

Poderão se inscrever no edital organizações sociais sem fins lucrativos, formalizadas, localizadas em qualquer município do território nacional e que tenham como foco de atuação o apoio a iniciativas de empreendedorismo feminino comunitário e geração de trabalho e renda.

As organizações interessadas devem submeter um projeto para o Edital, que tenha o foco de fomentar e apoiar o empreendedorismo feminino comunitário para a geração de trabalho e renda.

As inscrições poderão ser feitas até às 23:00 (horário de Brasília) do dia 20 de agosto de 2011, segundo os procedimentos apresentados no site do Programa Parceiras em Ação (www.parceirasemacao.org.br).

Serão 5 organizações selecionadas, as quais receberão apoio financeiro e metodológico para a melhoria e ampliação de seu trabalho e impacto através de:

  • Aporte financeiro de até R$ 40.000 (quarenta mil reais), que deverá ser utilizado em um período de 12 meses, para a execução do projeto;
  • Treinamento da equipe envolvida no projeto para aplicar a metodologia da Aliança Empreendedora de apoio a empreendimentos;

O primeiro edital foi lançado em 03 de agosto de 2009, e apoiou as organizações: Fundação Brasil Cidadão (Ceará), Fundação APAEB (Bahia), Instituto de Desenvolvimento do Artesanato Maranhense (Maranhão), AVESOL (Rio Grande do Sul) e APESP (Associação de pescadores no Espírito Santo). 

Essas 5 organizações apoiaram diretamente 17 grupos produtivos, que construíram seus planos de negócio, receberam máquinas e, com isso, aumentaram a renda dos participantes.

A seleção das organizações será realizada por uma comissão avaliadora composta por representantes do Grupo Santander Brasil e da Aliança Empreendedora. O processo de seleção será feito em 3 etapas: Pré-qualificação, Entrevista e Visita in loco. O resultado final será divulgado no dia 16 de novembro de 2011.

Para obter maiores informações sobre o edital, visite o site: www.parceirasemacao.org.br

Sobre a Aliança Empreendedora: É uma organização social que atua para o fomento e apoio ao empreendedorismo comunitário e de baixa renda como estratégia de inclusão e desenvolvimento econômico e social. Faz isto através de um Sistema de Inclusão Empreendedora que viabiliza aos microempreendedores os acessos a conhecimento, microcrédito produtivo e comercialização através de uma rede de negócios sociais e diferentes metodologias desenvolvidas especificamente para este público, o empreendedor de baixa renda.

Saiba mais em: http://www.aliancaempreendedora.org.br

 

 

 

 

 

 

 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

WALMART INCENTIVA ALTERNATIVAS AO USO DE SACOLA PLÁSTICA

Com apenas uma das iniciativas para a redução no uso das embalagens, empresa já evitou o uso de mais de 45 milhões de sacolas plásticas

Maio de 2011 – O tema sacolas plásticas tornou-se um dos principais aspectos ambientais discutidos no âmbito do varejo nos últimos anos, especialmente pelo grande volume consumido e pela forma como a destinação desta material ocorre, fato que dificulta a sua reciclagem. Isso porque as sacolas plásticas tem sido utilizadas fundamentalmente no pós consumo para o acondicionamento, transporte e descarte dos resíduos até aterros sanitários e lixões.

Frente a isso, o Walmart entende que atuar na redução do uso deste tipo de material é fundamental para mitigar os impactos ambientais e tem na educação ambiental um dos principais vetores de mobilização e desenvolvimento de diferentes iniciativas.

O Walmart tem consciência de sua participação e responsabilidade neste processo e, por isso, definiu como meta reduzir o uso de sacolas plásticas em pelo menos 50% até 2013 nas suas lojas no Brasil.

Em busca de soluções eficientes para alcançar a meta foi lançado um programa de redução do uso de sacolas plásticas, que compreende um mosaico de ações. A empresa entende que não existe uma única alternativa ou solução para o problema, mas sim um conjunto de iniciativas com foco no consumo consciente e na gestão dos resíduos sólidos. Estas iniciativas também não devem ser simplesmente padronizadas devem ser aplicadas e replicadas conforme as características de uma determinada região e público.

Desde 2008 a rede implementou o programa de sacolas retornáveis com os dizeres “Eu faço a diferença. Uso sacola retornável”. Em pouco mais de 2 anos foram comercializadas cerca de 2,5 milhões de peças em todo o Brasil. No mesmo conceito das sacolas retornáveis, o uso decaixas de papelão também tem sido incentivado para transportar as compras dos clientes.

O programa de redução de sacolas plásticas considerou também o desenvolvimento de treinamentos dos funcionários para o melhor aproveitamento das sacolas plásticas no ato de empacotar as compras. Para evitar o desperdício, cada caixa passou a ter um porta-sacolas que libera uma embalagem por vez, restringindo o uso indiscriminado.

Em busca de inovação, sob o slogan de “Cliente consciente merece desconto” foi lançado em dezembro de 2008 o programa que oferece descontos financeiros para os clientes que não utilizarem sacolas plásticas. O desconto é calculado automaticamente nos caixas de pagamento e corresponde a R$ 0,03 a cada cinco itens adquiridos. Numa compra de 200 itens, por exemplo, o cliente ganhará R$ 1,20. E, caso o cliente leve para casa menos de cinco itens sem utilizar sacolas plásticas, também recebe o desconto.

A empresa já concedeu mais de R$1,3 milhão em descontos e evitou o uso de 45 milhões de sacolas plásticas entre o período de janeiro de 2009 a dezembro de 2010. Hoje a ação está presente em todo Nordeste, nas lojas da região Sul e temos intensificado sua implantação nas lojas da região Sudeste. 

Em busca da conscientização dos clientes para a necessidade de mudar seus hábitos, a empresa apóia campanhas de mídia criadas nessa direção. Assim como participa de discussões, fóruns e debates que valorizem o consumo consciente e busquem soluções inovadoras para o desenvolvimento dos negócios num formato mais sustentável.

Sobre a participação da empresa em campanhas de conscientização da população, a empresa apóia a campanha “Saco é um Saco – Recuse, Reduza, Reutilize” do Ministério do Meio Ambiente, lançada em 23 de junho de 2009. Além da participação em ações de mídia (jornais, revistas, TVs e internet), os dois vídeos oficiais da campanha são veiculados sistematicamente no circuito de televisão interno das lojas, para sensibilizar os clientes no tema e promover a campanha.

Em relação aos resultados já conquistados, frente a meta de redução estabelecida, a soma de todas estas iniciativas demonstra que, ao se comparar o período de janeiro a dezembro de 2007, ao mesmo período em 2010, verifica-se um aumento da eficiência  de aproximadamente 40% em relação ao uso de sacolas por loja.

 

Walmart Brasil – Assessoria de Imprensa

Simone Cardoso (11) 2103-5536 – simone.cardoso@wal-mart.com

Cristina Cassis (11) 2103-5103 – cristina.cassis@wal-mart.com

Juliana Souza (11) 2103-5357 – juliana.s.souza@wal-mart.com

Priscila Hygino (11) 3468-1330 – priscila.hygino@wal-mart.com

Visite nosso site: www.walmartbrasil.com.br

twitter.com/imprensawalmart

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Aplicações do Instituto Nokia de Tecnologia contribuem para estilo de vida sustentável

São Paulo, 29 de Abril de 2011 – Uma das preocupações do INdT também é pesquisa formas para desenvolver entre os usuários a importância de um estilo de vida sustentável e fazer com que essa prática faça parte do cotidiano das pessoas de uma forma simples e prática. Pensando nisso, o Instituto desenvolveu seis novos aplicativos que favorecem iniciativas sustentáveis. Todos são gratuitos e estão disponíveis na Ovi Loja.

De olho em inovações tecnológicas e na formação de competências locais, os pesquisadores do instituto escolhem o desenvolvimento sustentável como tema para a criação de uma série de novos aplicativos em cooperação técnica com a (UFAM) Universidade Federal do Amazonas.

“Nossos esforços no desenvolvimento de aplicações deste tipo refletem o compromisso de desenvolver capacidades e competências locais”, ressalta o gerente da área de desenvolvimento de Aplicativos do INdT, Angelo Nicolay

O objetivo dessas aplicações é levar soluções e serviços que possam estimular mudanças de comportamento no consumidor de forma sutil e divertida. Entre os novos aplicativos estão:

My Little Plant – jogo em que o usuário cuida de uma planta nativa da Amazônia (o guaranazeiro), acompanha seu desenvolvimento e com isso mede as consequências de suas escolhas nos biomas da floresta.
http://www.youtube.com/watch?v=-oMj7EXMQNs
Para baixar esse aplicativo, acesse: http://store.ovi.com/content/117949

Heolix – é possível mover as pás de um cata-vento virtual soprando o microfone do celular. Além disso, o usuário receberá dicas sobre fontes de energias éolica.

http://www.youtube.com/watch?v=w8RfBgn_TYo
Para baixar esse aplicativo, acesse: http://store.ovi.com/content/71960

Amazon Jewels –  trata-se de um jogo ao estilo Puzzle, com ilustrações de animais amazônicos e pontuação baseada em tempo. Os melhores resultados são dispostos em um ranking.

http://www.youtube.com/watch?v=T2QjZKm-4gE
Para baixar esse aplicativo, acesse: http://store.ovi.com/content/117949

Fuel – a aplicação traz dicas sobre consumo consciente de combustíveis. É possível, também, armazenar o histórico de abastecimentos, fazer o comparativo entre a opção mais econômica de combustíveis, além de calcular o consumo que o automóvel vem apresentando.

http://www.youtube.com/watch?v=gx1VvEI4ULw

Para baixar esse aplicativo, acesse: http://store.ovi.com/content/108666

IMC Fácil – uma calculadora de índice de massa corporal, que traz dicas de saúde para um estilo de vida mais saudável e consciente.

http://www.youtube.com/watch?v=ka0Z0o2fil4

Para baixar esse aplicativo, acesse: http://store.ovi.com/content/109139

Eddy – jogo educativo sobre coleta seletiva , que traz uma sequência de quadros que  demonstra, entre a dinâmica dos personagens, como manter o ambiente da floresta limpo e preservado, ao destinar o lixo para os locais corretos.

http://www.youtube.com/watch?v=PXZ6mPQu8DY
Para baixar esse aplicativo, acesse: http://store.ovi.com/content/108667

“Os avanços nas pesquisas com aplicações interativas do INdT permitirão que cada vez mais surjam novas soluções tecnológicas, que mudarão nossa forma de conceber um estilo de vida sustentável”, conta a gerente de programas de sustentabilidade do INdT, Luciana Souza.

Sobre o  INdT

O Instituto Nokia de Tecnologia (INdT) é o braço tecnológico da Nokia no Brasil. Suas atividades de pesquisa e desenvolvimento em Manaus, Brasília, Recife e São Paulo geram soluções inovadoras nas áreas de mobilidade e Internet. O Instituto busca constantemente estabelecer parcerias com empresas, universidades e centros de P&D&I. Suas principais áreas de competência são software livre, tecnologias de rede, experiências em serviços, tecnologias de produto e manufatura, interfaces e usabilidade. Mais informações,www.indt.org.br

Informações para imprensa:
LVBA Comunicação

Rafael Navarro (rafael.navarro@lvba.com.br) – (11) 3039.0653

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário